sábado, 31 de janeiro de 2009

a loucura dos outros

É fácil se esconder atrás da loucura dos outros. Difícil é assumir as próprias loucuras. Hoje fui te procurar de novo, involuntariamente. Sentei nas mesmas cadeiras, cumprimentei as mesmas pessoas, revi(vi) cenas. Enquanto você... Sei lá o que você faz por aí: cozinha em casa com algum novo amor, persianas abertas em domingos dormindo até tarde, cafés sem leite espumado, pensa em mim de vez em quando, buscando entender que foi a coisa mais certa. Naquela praça de merda, ou são todos veados, ou são teus amigos, porra! Não me livro de você um instante sequer, nem que eu queira. E eu não quero.
Senta e escreve! Penso enquanto subo no elevador: chega, senta e escreve, que é a única coisa que você pode fazer! Escreve, escreve, escreve! Escreve a incompreensão de um amor que não teve a chance de se consumar. Busca a ausência e o sentido nas palavras. Não tenho mais forças pra chorar. Não tenho mais vontade.
São 03h30 da manhã. Acorda e sente a minha dor. Sente a minha azia, o meu enjôo!
E ninguém entende a minha dor. Ou pelo menos finge que não entende. E eu fico aqui, publicando-a, na esperança de amenizá-la. Na esperança de que alguém se identifique com ela. Eu nem sei mais o que eu quero.

Hoje eu quero que você morra.
... difícil é assumir as próprias loucuras....

4 comentários:

Diana Assennato Botello disse...

em meio a tantos posts especiais, palavras sinceras, tuas... estranho este aqui.
Pelo que conheço do teu texto, este parece uma bola de pêlo, daquela que os nossos gatos expelem quando não conseguem mais respirar de incômodo.
Ninguém nunca vai entender a sua dor pq ela é TUA e de mais ninguém. Por isso mesmo, escreva outros posts logo, para mandar este aqui lááááá pra baixo.

Juli disse...

eu entendo.

ANNAP. disse...

Conheci o seu blog através de outro que leio. Sempre tive vontade de postar algum comentário mais nunca de fato aconteceu. hoje ele saiu. Quero dizer que gosto muito do que escreve e que mesmo sem te conhecer já sinto que conheço um pouco através desse blog. Você é legal.
Acompanho sua vida, sua dor, seus sonhos, sua busca pelo entendimento, devo te dizer que admiro muito o que expõem.
Pode parecer ridículo o que vou dizer, mais vai passar.Porém, enquanto isso: solte, vomite, chore, levante, caia, escreva pois so assim quando passar, você vai poder dizer: PASSOU com o coração limpo.
A pior coisa é o tempo passar e ver que não sentimos ou sofremos o que tínhamos que sofrer.
Que aquilo ta ali ainda, que camuflamos esses sentimentos com medo de sentir e por acharmos que devemos ser felizes.
Felicidade,para mim, é ver o tempo passar e saber que fomos nos mesmas com os erros, amando, vivendo, sofrendo e se conhecendo.E que a vida passou e a gente viveu, buscando sempre ser melhor.
"É facil viver a loucura dos outros. Difícil é assumir as próprias.."
Falou e disse !!
Lindo post, corajoso, verdadeiro e espero ter aliviado um pouco esse seu coração. E como o tempo, nada melhor do que um dia depois do outro.

Hoje, espero que esteja melhor.

Continue escrevendo vai te fazer bem

xxx

Beta disse...

Adorei, Anna.
Obrigada!
beijos