domingo, 10 de abril de 2011

again (and repeat)

Sabe o bom de estar chegando aos 30? Aprender a passar pelas experiências da vida sem reabrir feridas, revistar dores e reafirmar crenças cristalizadas. Conseguir enxergar que cada nova experiência mal sucedida traz mais ganhos do que perdas. E que não é preciso de dor para fazer valer a vida. Sem dor é muuuuito mais legal!

Talvez, se eu tivesse escrito essas linhas ontem, seria um melô como os meus habituais, chorosos e poéticos, rasgando o coração. Mas estou gostando de deixar o drama descansar um pouco pra encarar as coisas com mais objetividade e pragmatismo - preciso aprender isso com meu pai. Nada como um dia com uma noite no meio. Sim, é verdade, estou um pouco cansada do universo masculino, de sua previsibilidade, de sua infantilidade. Mas as coisas são como são. "Não há no mundo lei que possa condenar alguém que a outro alguém deixou de amar". E quem nunca amou ninguém, não sabe o tamanho que isso tem, então a insegurança é desculpável. Sim, sobra um pouco de raiva, indignação, incompreensão. "COMO ASSIM??? Eu sou tãããão legal, como é possível que esta pessoa não enxergue que eu sou a melhor coisa que aconteceu na vida dela????". Ser preterido nunca é fácil. A dor do abandono é a que mais dói, depois da dor da morte - que não deixa de ser um abandono.
Mas tudo são reencontros e a vida é um ciclo que se repete.
Again and again.

5 comentários:

Anônimo disse...

É isso!!!!!!!!!!!!!!
Sem mais nada a acrescentar.
Só uma coisa para ficar na "cabeceira" da tua vida: Isso também passa.
A frase não é minha mas é de um espirito muito elevado e assim temos que continuar caminhando para aprender com as lições do caminho a ser cada dia MAIS FELIZ.
Afinal não é essa a conclusão que voce mesmo chegou?
Quem esta deixando de ganhar,por hora, é o outro que não usufrui da pessoa tãaao legal que voce É

Um brasileiro disse...

Olá. Tudo blz? Muito legal. Gostei. Apareça po rlá. Abraços.

Eduardo Santos disse...

Olá. "Mas tudo são reencontros e a vida é um ciclo que se repete". Parecendo uma frase feita, é a mais pura das verdades, uma e outra vez.
É dessa forma que nos capacitamos que a experiência da vida vivida nos permite ter esperança de viver melhor a vida que nos resta, quer seja no amor ou em algo que esteja nos nossos horizontes. Tudo de bom.

Elaine Freitas disse...

Olá...

Lindo teu cantinho, interessante também...

Te convido a conhecer o meu espaço e Iluminar comigo!

Beijos

http://lainefreitas.blogspot.com

beta disse...

Obrigada pessoal! que bom que gostaram!! Continuem me visitando por aqui... beijos